sábado, 6 de julho de 2013

O que fazer com os filhos nas férias?


Foto: É hora de reservar um tempinho na sua rotina e passar um tempo com seu filho!
É hora de reservar um tempinho na sua rotina e passar um tempo com seu filho!















As férias se aproximam e os pais já começam a se desesperar: o que fazer com tanto tempo livre? Mesmo que você não esteja de férias também, é possível separar um tempo para brincar mais com seu filho. Esse momento, que parece tão simples, tem um valor incalculável para o crescimento saudável da criança e pode ser vivido com mais intensidade quando a agenda dos pequenos não está atribulada. "Os momentos de interação e integração com a família tornam a criança muito mais confiante"
Procure experiências de qualidade que podem ser compartilhadas em família, com direito a aprendizado e descobertas. "A família que gosta de cozinhar pode pesquisar junta de onde veio o macarrão e por que o queijo derrete", Esse tipo de atividade é prazerosa para os pais, educativa para os filhos e divertida para ambos - desde que se reserve um tempo para isso.

Dia 1: Jogo
É certo que as crianças brincam com os coleguinhas, mas e com a família, têm brincado também? Deixe seu filho escolher um jogo de tabuleiro, uma brincadeira tradicional (como Stop), bingo ou baralho, para que toda a família - convidados também são bem-vindos - brinque junta. "A criança vê, assim, o quanto é gostoso estar de férias e curti-la com seus entes próximos, além de treinar habilidades como atenção e concentração", ressalta a arte-educadora. "Além disso, ela percebe que os pais gostam de sua companhia, o que faz bem à sua autoestima e à autoconfiança".
 
Dia 2: Cinema com pipoca
"Que filme você gostaria de assistir?" - em vez de impor um de seu gosto, deixe que seu filho decida um filme para que vocês vejam juntos. Para acompanhar, faça pipoca e peça para ele dividi-la em porções iguais para todos os participantes - assim, ele treina quantidades e ainda valoriza mais a atividade, pois está participando ativamente dela. Para acompanhar, um suco de fruta bem saudável vai bem.
 
Dia 3: Gincana do quero-quero
Sua casa anda um pouco bagunçada? Está na hora de achar aquilo que foi perdido e ninguém nunca mais achou. Você diz: "Eu quero um/uma...", e lá vão as crianças atrás do objeto. Para incentivar o discernimento, peça itens coloridos (um lápis azul-claro, por exemplo) ou que não são tão óbvios para a criança (como pregadores de roupa). Essa é uma brincadeira divertida e que pode ser feita mesmo à noite, quando você chega do trabalho.
 
Dia 4: Piquenique noturno
Está na hora de cozinhar com a garotada. Ensine seu filho a fazer sanduíches, ou até asse um bolo com a sua ajuda (ele pode lamber a tigela!), para o piquenique que será organizado na sala, no lugar do jantar. "É hora de sair da rotina e mudar o ambiente. Receitas são um gênero textual e podem ser lidas por pais e filhos no preparo das guloseimas",
 
Dia 5: Lá vem história...
O quarto da criança é um lugar mágico, e ficará mais ainda nas férias. Espalhe almofadas no chão ou monte uma cabaninha para uma contação de histórias especial: desta vez, você conta uma historinha e, depois, seu filho é quem conta outra para você dormir. "A criança ficará feliz ao constatar que fez a mãe ou o pai dormirem e se sentirá valorizada", garante Fátima.
 
Dia 6: Tecnologia
Sim, não tem como ela não estar presente. Se seu filho joga videogame, chegou a hora de você entrar no mundo dele: a missão é ele ensinar você a jogar. "Essa troca de papéis é bastante enriquecedora. Mas o pai tem de estar realmente disposto a aprender, e sem menosprezar o que está sendo ensinado",
 
Dia 7: Compras
A educação financeira está em alta, e as férias são o momento ideal para fazer valer o aprendizado. Dependendo do poder aquisitivo da família, dê uma determinada quantidade de dinheiro (desde que não seja exagerada - de 10 a 40 reais é o ideal) para o seu filho - ele poderá gastar com o que quiser, e até o lanche ficará por conta dele.
 
Quebra-cabeça
Que tal passar as férias todas montando um grande quebra-cabeça em família? Esse jogo que treina a atenção, a noção espacial e outras tantas habilidades é ótimo porque não precisa ser terminado em um dia: ele pode ficar sobre uma mesa e, cada vez que a família tiver um tempinho, pode montar junta. "O quebra-cabeça integra as pessoas para um objetivo comum", considera Fátima, lembrando que os laços afetivos entre pais e filhos são tão importantes quanto outros aprendizados.
 
Ateliê em casa
Um dos sonhos de toda criança é poder pintar e bordar à vontade - e literalmente. Você pode montar um ateliê de férias num cantinho da casa: forre o chão com jornal e as paredes, com papel craft. Deixe tintas e guaches para seu filho (e você também) soltar a imaginação e criar à vontade. É uma experiência deliciosa!
 
Contato com a natureza
Além de toda a programação do cardápio de férias, é preciso lembrar o quanto é importante para os pequenos desfrutar do contato com árvores, rios, cachoeiras e praias.  Também é uma oportunidade de os pais expressarem seu respeito pelo meio-ambiente. "Embora na escola as crianças ouçam muito o quanto é importante respeitar a natureza, nem sempre elas sabem que os pais também pensam assim", 
 
 
Fonte: Educar para Crescer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário